SP: polícia e Ministério Público fazem operação contra tráfico

SP: polícia e Ministério Público fazem operação contra tráfico

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e o 11º Batalhão de Ações Especiais (Baep) da Polícia Militar de São Paulo cumpriram hoje 15 mandados de prisão temporária e 22 de busca, como parte da Operação Garatéia, que visa desarticular uma organização criminosa que atua no tráfico de drogas e lavagem de dinheiro. Os alvos da operação são suspeitos de integrar facção que atua dentro e fora dos presídios e distribui drogas no Jardim João Rossi, na zona sul de Ribeirão Preto.

De acordo com o Ministério Público do Estado de São Paulo (MPSP), as investigações estão em andamento desde o segundo semestre do ano passado. O grupo é conhecido por ter uma estrutura de vigilância com olheiros e dispositivos de comunicação para impedir as ações policiais. As investigações mostraram que há uma hierarquia parecida com a de uma empresa e que grande parte dos vendedores são adolescentes, que eram apreendidos, mas muitas vezes voltavam para a atividade no mesmo dia.

“Os criminosos da região, abastecendo pontos de tráfico em áreas nobres da cidade, disponibilizavam kits com drogas, isqueiro e material para facilitar o consumo pelos usuários. O bairro é famoso por sua movimentação frenética, principalmente nas primeiras horas ou no fim do dia”, disse o promotor do Gaeco, Frederico Camargo.

Segundo o  promotor, o local investigado “é um bairro de classe média alta, socialmente estruturado, com shopping centers, faculdades, bares e bairros nobres no entorno e é frequentado por usuários de drogas dessa classe social. Camargo acrescentou que as investigações continuam e que o objetivo é o de atingir o patrimônio da rede de tráfico de drogas. A prioridade da operação foi a apreensão de documentos, patrimônio e armas de fogo. Três armas foram recolhidas.

Fonte: Agencia Brasil

Itatiaia FM

× WhatsApp