Tiroteio interrompe serviços de trens no Rio

Tiroteio interrompe serviços de trens no Rio

Um tiroteio nas comunidades da Cidade Alta, Cinco Bocas e Pica-pau, em Cordovil e Brás de Pina, na zona norte do Rio de Janeiro, interrompeu o serviço de trens em um trecho do ramal de Saracuruna, da concessionária SuperVia. De acordo com a empresa, às 6h o ramal passou a operar apenas no trecho entre as estações da Central do Brasil, no Centro da cidade, e Penha, na Zona Norte.

As extensões Vila Inhomirim e Guapimirim ficaram com os serviços suspensos. A concessionária informou que ao todo 11 estações foram fechadas, entre a Penha Circular e Saracuruna. Nas estações das extensões o trem não circulou, mas por lá não foi necessário fechar a estação. “Essa medida é para garantir a integridade de clientes e colaboradores da concessionária.”

A Supervia destacou que a operação no ramal Saracuruna foi normalizada às 8h desta quarta-feira e os trens passaram a circular por todas as estações.

O porta-voz da Secretaria de Estado de Polícia Militar, tenente coronel Ivan Blaz, disse à Agência Brasil que a operação foi feita em razão do ataque de criminosos, ontem à noite, ao carro de uma mulher que errou o caminho e entrou na comunidade. Ela estava com o filho de 17 anos que foi ferido com um tiro na cabeça e está em estado grave no Hospital Getúlio Vargas, na Penha.

Confronto

O porta-voz disse que os criminosos da região de Cordovil estão em confronto com uma facção rival e, por conta disso, têm tentado expandir o território, forçando os pontos de invasão. “Isso é um absurdo, em uma realidade civilizada. A Polícia Militar fez essa operação hoje com batalhões da zona norte do Rio de Janeiro. Já temos dois presos, armas apreendidas. Neste momento, contamos com a população para obter mais informações, mas, acima de tudo, precisamos dar um basta na ação desses marginais na região”, afirmou, na entrevista.

Ivan Blaz disse que a suspensão dos serviços de trens é uma manobra de segurança adotada pela concessionária quando ocorrem operações policiais que podem representar algum risco aos passageiros. “Assim que a situação se estabilizou, a Polícia Militar avisou à SuperVia para que retomasse a operação, então foi feita uma vistoria e a operação já foi retomada.”

O porta-voz ressaltou ainda que os policiais vão permanecer nas comunidades, mas devem reduzir a varredura que está sendo feita hoje à procura de criminosos, drogas e armas. “A gente precisa continuar com a ação nessas localidades. Já temos uma ocupação em uma comunidade da região, em Quitungo, mas a grande varredura não pode ser constante. Logicamente, o dia de hoje vai ser todo nessa operação”, afirmou.

Medo

Passageiros dos trens se jogaram ao chão dos vagões para se proteger do tiroteio. O mesmo ocorreu com pessoas dentro de ônibus que passavam pela região. Os criminosos chegaram a tomar dois ônibus para interditar a passagem em ruas da Cidade Alta e dificultar o trabalho dos agentes de segurança.

Por causa do tiroteio, o Centro Municipal de Saúde (CMS) José Breves e a Clínica da Família Heitor dos Prazeres, na Cidade Alta, foram fechadas. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, as unidades acionaram o protocolo de acesso mais seguro. “Para segurança de usuários e profissionais, não há previsão para abertura na manhã desta quarta-feira (2). Nova avaliação do território será realizada posteriormente.”

Fonte: Agencia Brasil

Itatiaia FM

× WhatsApp