Metrô de São Paulo avalia potencial comercial da ligação até Guarulhos

Metrô de São Paulo avalia potencial comercial da ligação até Guarulhos

A Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô) anunciou hoje (25) que contratou uma pesquisa sobre o potencial comercial da futura linha 19-Celeste, que ligará a capital paulista à cidade de Guarulhos, na Grande São Paulo.

O estudo, com custo de R$ 690 mil, será feito pelo Consórcio Geribello Quanta SMF e tem prazo de 20 meses para ser concluído.

De acordo com o Metrô, o material deverá fornecer subsídios sobre o potencial da nova linha e a melhor forma de exploração comercial e imobiliária das futuras estações.

“Além de potencializar a geração de receitas não-tarifarias [ao Metrô], esse estudo pode possibilitar uma melhor experiência de viagem ao passageiro, com serviços e conveniências, além de empreendimentos imobiliários que trazem dinâmica ao entorno da estação e geram empregos”, disse o Metrô, em comunicado.

A Linha 19-Celeste deverá ter 17,6 quilômetros de extensão operacional e, inicialmente, 15 estações entre o Bosque Maia (Guarulhos) e Anhangabaú (São Paulo), com previsão de cinco estações em Guarulhos e as demais na capital paulista.

A Celeste irá se conectar às linhas 1-Azul, na estação São Bento, e 3-Vermelha, na Anhangabaú.

Em janeiro último, o consórcio Mnepie iniciou a elaboração do Projeto Básico da linha, com prazo de 20 meses para ser concluído.

Os estudos iniciais estimam que a nova linha deverá ser utilizada por quase 600 mil pessoas por dia. Segundo o Metrô, quando pronta, a Celeste vai reduzir pela metade o tempo de deslocamento do Bosque Maia ao Anhangabaú, passando de 60 minutos para 30 minutos.

Fonte: Agencia Brasil

Itatiaia FM

× WhatsApp