Começa limpeza em prédio incendiado da Rua 25 de Março

Começa limpeza em prédio incendiado da Rua 25 de Março

Começou hoje (18) a limpeza e a retirada de materiais queimados da parte interna do edifício incendiado na Rua Barão de Duprat, na região da Rua 25 de Março, conhecida pelo comércio popular em São Paulo. A preparação para a demolição do prédio começou no sábado (16)

De acordo com a Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e Obras (Siurb), hoje também foram iniciados os trabalhos de iluminação interna. Até o próximo fim de semana será feita a instalação da tela de segurança na lateral esquerda do prédio.

A prefeitura informou que duas lojas próximas ao edifício incendiado na Rua Comendador Abdo Schahin, entre os números 70 e 102, seguem interditadas preventivamente, pois elas estão na área de isolamento do prédio.

Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), a Rua Abdo Schahin segue bloqueada para o trânsito de carros no trecho entre Rua Afonso Kherlakian e Rua Cavalheiro Basílio Jafet. Não há desvios de linhas de ônibus na região da Rua 25 de Março.

Obra

O canteiro de obras já foi montado pela empresa responsável pela demolição, na Rua Barão de Duprat. A prefeitura informou que “foi assinada a Ordem de Início para os serviços e tanto o investimento como o prazo de duração das intervenções serão determinados no decorrer da execução das atividades”.

A prefeitura informou neste domingo (17) que o plano de trabalho para a obra de demolição está em elaboração. Após a limpeza do local e escoramento dos andares, as equipes técnicas vão analisar o estado dos elementos estruturais, como vigas, pilares e lajes, para então definir o cronograma da demolição.

Ocorrência

O incêndio na Rua Barão de Duprat começou no domingo (10) por volta das 21h e só foi extinto na quinta-feira (14). No local, funcionam cerca de 4,2 mil lojas e circulam por dia entre 150 mil e 300 mil pessoas, a depender da época do ano. 

O fogo começou no térreo do edifício de dez andares e atingiu outros imóveis. Duas lojas e parte do prédio da Paróquia Ortodoxa Antioquina da Anunciação a Nossa Senhora foram destruídos. Ela é a primeira igreja ortodoxa no Brasil e data de 1904.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que a investigação está sendo feita pelo 1º Distrito Policial, localizado na Sé. Para o inquérito, foram ouvidas testemunhas que moram próximas aos prédios, assim como zeladores e síndicos, e estão em elaboração os laudos periciais. O órgão disse ainda que “diligências seguem em andamento visando ao esclarecimento das circunstâncias dos fatos”.

Fonte: Agencia Brasil

Itatiaia FM

× WhatsApp