Abertura do Museu do Ipiranga será incentivo ao turismo, diz ministro

Abertura do Museu do Ipiranga será incentivo ao turismo, diz ministro

O ministro do Turismo, Carlos Brito, fez uma visita técnica hoje (18) às obras de restauração e modernização do Museu do Ipiranga, em São Paulo (SP). Fechado desde 2013, o edifício-monumento, que é tombado como Patrimônio Histórico Municipal, Estadual e Federal, será reaberto ao público no próximo mês, como parte das comemorações do Bicentenário da Independência do Brasil.

“É um patrimônio que é inadmissível que fique fechado e, graças a esse trabalho em conjunto, estamos conseguindo agora, no próximo dia 6 de setembro, devolver à população o que de fato é do povo. Quem chegar aqui vai ficar encantado com a estrutura, a forma como foi feita essa obra”, disse Brito.

As obras para viabilizar o novo Museu do Ipiranga contaram com R$ 183 milhões autorizados via Lei Rouanet, a principal ferramenta de fomento à cultura no país. Por meio da lei, os projetos recebem uma chancela federal que se reflete em isenções fiscais a apoiadores da ação, quer sejam empresas ou cidadãos comuns.

Segundo o ministro, com o Museu do Ipiranga, o turismo na região será cada vez mais forte. A estimativa é que o número de visitantes do museu passe de 300 mil por ano para 1 milhão.

“Não só na região, mas no Brasil porque um patrimônio como esse fortalece cada vez mais a nossa cultura. Vamos fazer esse patrimônio ser um incentivo para trazer novos turistas para o Brasil e para São Paulo”, afirmou Brito.

Reforma

O maior patrocinador do projeto do Museu do Ipiranga é o governo do Estado de São Paulo, com R$ 34 milhões em recursos próprios (R$ 15 milhões no edifício monumento e R$ 19 milhões no jardim francês), seguido do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), R$ 25 milhões no edifício monumento.

Depois da reforma concluída, o museu terá duas amplas entradas, bilheteria, um auditório para 200 pessoas, espaço educativo, café, loja e sala de exposição temporária. Com isso, a área total construída terá o dobro do que tinha anteriormente e oferecerá total acessibilidade por elevadores e escadas rolantes e um novo sistema de ar-condicionado.

O jardim francês, em frente ao edifício, também está sendo totalmente transformado. Estimada em R$ 19 milhões, a obra previu a restauração de toda a área construída e de paisagismo, além da reforma do espaço da antiga administração para instalação de um restaurante, criação de infraestrutura para food bikes, restauro e modernização da iluminação pública, requalificação das vias de acesso, contemplando também equipamentos de acessibilidade, a reativação da fonte central e a recuperação de duas fontes presentes no projeto original do jardim, que foram destruídas na década de 1970.

Construído entre 1885 e 1890, o Museu do Ipiranga está situado dentro do complexo do Parque Independência, na zona sul da capital. Concebido originalmente como um monumento à Independência, foi declarado sede do Museu do Estado em 1895 e, desde 1963, é administrado pela Universidade de São Paulo.

*A matéria foi ampliada às 18h17

Fonte: Agencia Brasil

Itatiaia FM

× WhatsApp